13/10/2017 às 10h39m - Atualizado 13/10/2017 às 10h46m


Missão: um desafio urgente para os nossos dias!


Amado seja por toda parte o Sagrado Coração de Jesus! Eternamente.

Caros irmãos(as) leitores(as) do nosso site lhes dirijo uma cordial saudação nesta edição dedicada as missões. Desejo relatar aqui as experiências de um jovem missionário que serve em uma grande Paroquia que completa neste mês 71 anos de fundação; sob a regência dos Missionários do Sagrado Coração a Paroquia Nossa Senhora do Sagrado Coração na Praça Seca- RJ é uma das primeiras obras missionarias juntamente com a Paroquia São Paulo em Muriaé-MG da Província do Rio. Aqui temos buscado viver uma igreja missionaria, preocupada em testemunhar e evangelizar nos mais diversos e exigentes setores da vida humana.  

Partilho com vocês vivencias de dois anos e oito meses de missão. A vida de um religioso-sacerdote passa pela dedicação a missão, "onde mandar eu irei" já nos aponta o canto, e foi assim que aqui cheguei. Enviado em 2015 para continuar o trabalho realizado por tantos outros missionários que aqui passaram. Logo no inicio a apreensão me acometeu em ser nomeado para uma comunidade paroquial do porte da Praça Seca, assim surgiram varias perguntas internas: "Darei conta do trabalho"? "Conseguirei viver em uma realidade urbana tão exigente"? "Como conseguirei lidar com os inúmeros problemas como a violência"?

Contudo, o tempo vai demonstrando exatamente que Deus capacita, ou seja, gera as condições necessárias àqueles a quem ele chama. Mal sabia eu que os planos dele ainda não haviam terminado para mim aqui, em agosto chega a nomeação de Pároco, uma reviravolta; como gerir, animar, apoiar e conduzir uma Paroquia tão repleta de qualidades e desafios humanos e sociais? A oração mais uma vez me traz a resposta que precisava, através do Apostolo Paulo: "Ai de mim se não anunciar o evangelho" (I Cor 9,16). Minha força vem justamente dai, recordar que me consagrei a Deus para anunciar seu evangelho de vida, esperança e salvação.

Com isso tenho aprendido em cada experiência vivida que a "arma" que o missionário dispõe para evangelizar em uma realidade complexa como a nossa é a proximidade, a palavra de acolhimento, o carinho, a atenção e a misericórdia para acolher o outro(a), afinal nada disso é mérito do missionário, mas sim atributos do próprio Deus que devemos assimilar, testemunhar e viver.

Portanto, como Missionário-Pastor em vosso meio, peço a oração para seguir a missão a mim confiada e te convoco a viver a missão todos os dias levando aos demais feridos e desanimados por tanto mal ao nosso redor o amor e a bondade de Deus que nos curam e sustentam. Eu posso dizer que sou um missionário feliz e te desejo o mesmo, felicidade plena que só é encontrada na vida dedicada a Deus.

 

  


Autor: Pe. Rafael Lima, mSC

Tags relacionadas:


Pe. Rafael Lima, mSC

Pe. Rafael, mSC é atualmente Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração na Praça Seca-RJ.

DESENVOLVIDO POR: