04/06/2016 às 12h06m


Maria, mãe misericordiosa.


O mês de maio é um mês tradicionalmente marcado pelas expressões de carinho e devoção para com Maria, à mãe de Jesus. Por todo esse imenso Brasil, desde os grandes centros urbanos até os mais distantes rincões o povo de Deus se reúne para rezar o Rosário, cantar a ladainha ou simplesmente coroar Nossa Senhora. Isso se dá porque já a muitos séculos de acordo com cada realidade, sentimento e lugar as pessoas veem em Maria a mãe de todos. Por isso, desejo escrever sobre um dos tantos títulos marianos que demonstram a feição e identificação do povo com a mãe. Nós os Missionários do Sagrado Coração e demais membros da Família Chevalier nos dirigimos a ela como Nossa Senhora do Sagrado Coração.

Essa invocação nasce a partir do olhar do nosso Padre fundador, Padre Júlio Chevalier. Imbuído do Espirito Santo fundou uma congregação religiosa e missionaria, desejoso de dar lugar especial a Maria nessa nova obra; assim no verão de 1.857 Padre Chevalier expõe aos confrades o desejo de chamar Maria de Nossa Senhora do Sagrado Coração. Não de trata de uma aparição ou revelação e sim de um olhar inspirado onde Ela passa a ter lugar especial, intimamente unida a seu filho Jesus. A esse olhar inspirador do Padre Chevalier chamamos intuição.

Nossa Senhora do Sagrado Coração é aquela que foi abençoada pelo Pai, e como mãe esta unida ao Filho que nos amou com um coração humano. Se queremos chegar ao filho e beber de maneira abundante em seu coração imensamente misericordioso devemos tomar o caminho mais "curto", ou seja, fazer o que mãe nos pede e toma-la como exemplo de discípula-missionaria para nossa vida. É no Coração aberto do Cristo misericordioso que encontramos descanso, força, restauro e vida. Maria a amada de Deus, entendeu isso de maneira perfeita, não só por causa de sua maternidade, mas também por acreditar.

Aprovada pela Sé Romana o novo titulo, no ano de 1.869 ela é solenemente coroada em Issoudon na França. A devoção rapidamente se espalhou pelo mundo e Maria já tão conhecida e venerada, agora é invocada por aqueles e aquelas que necessitam aprender do coração do seu filho. Que Maria, Nossa Senhora do Sagrado Coração, nos inspire, ajude e conduza pelo caminho da misericórdia que é o próprio Jesus.


Autor: Pe. Rafael Lima, mSC

Tags relacionadas:


Pe. Rafael Lima, mSC

Pe. Rafael, mSC é atualmente Pároco da Paróquia Nossa Senhora do Sagrado Coração na Praça Seca-RJ.

DESENVOLVIDO POR: